LEMBÁ DIÁ NGANGA



A grande Divindade masculina do panteão afro Bantu, exprime a claridade emitida pela luz solar, estando o nascimento do sol diretamente ligado a vinda desta magnífica Divindade a terra, estando a mesma relacionada ao nascedouro da inteligência (KILUNJI) humana.
Essa Divindade Bantu é comparada erroneamente por muitos, ao Orisá Osalá dos povos Nagô Yorubá, comparação desnecessária, pois Lembá é uma Divindade de tradição, culto e adoração dos povos de origem Bantu e o Orisá Osalá é uma Divindade de culto e tradição dos povos Nagô Yorubá, portanto, Divindades diferentes, povos, línguas, costumes, fundamentos, rituais e cultos religiosos diferentes.
O campo de atuação de LEMBÁ no universo, está ligado também de forma direta, a procriação e a fertilidade.
Quando da ocasião dos recolhimentos para a realização das obrigações e rituais, suas rezas (ASAMBE) costumam ocorrer as 06:00 horas, hora do nascimento do sol que passa a iluminar o dia incidindo seus raios sobre o planeta.
Lembá é a Divindade da claridade, da luz, o que se torna evidenciado na preferência de sua cor branca, representativa da pureza e da paz que transmite aos seus adeptos.
Senhor da grande sabedoria e dos domínios sobre as espécies, em especial, a raça humana.
Essa Divindade atua diretamente sobre a glândula hipófise dos seres humanos.

SAUDAÇÃO: KALA EPI SAKULA UEMBU LEMBÁ DIÁ NGANGA! MPEMBELE!
(Quietos aí vem o senhor da paz! Nós te saudamos!)
 

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.

Pesquisar no site

© 2010 Todos os direitos reservados.