PONTOS DO PLANETA

Dentro do culto Bantu, acreditamos que Deus (O SER SUPREMO), o criador do universo, do nosso planeta e de todos os seres vivos, concretizou suas criações com absoluta perfeição, deixando para o mundo, através da natureza, pontos de entradas e saídas!

Para um melhor entendimento, direi que na natureza existem pontos (locais) de deixar energias e outros pontos de receber energias (buscar, trazer).

Na natureza viva, como nos rios de águas correntes, cachoeiras, nos oceanos, nas florestas e campos com muito verde, nas nascentes de águas, nas montanhas e montes e em todas os pontos que estão vivos e, gerando energias, que têm o poder de nos fortalecer, nos revigorar e muitas vezes até nos salvar e nos curar de males do corpo físico e espiritual!

Esses locais são os de saída (saídas energéticas), ou seja, buscamos forças naturais na natureza viva, que nos é dado gratuitamente pela generosidade do próprio criador (Deus).

Por outro lado, existem os pontos de entrada, ou seja, de deixar energias e não buscar!

Chamamos esses pontos do planeta, de “energias mortas ou negativas”, ou seja, não existe vida. Locais como: lagoas de águas mortas, brejos e águas paradas (com a fauna e flora sem vida), onde o mal cheiro penetra em nossas narinas e nada podemos buscar de bom e positivo nesses pontos.

Englobado nesses contextos, estão os cemitérios (MBALALA), que com muito choro e lamento, deixamos nossos ancestrais (parentes), deixamos tristezas, mágoas e sofrimentos (tudo isso são formas de energias negativas).

Nos cultos do candomblé, também são usados esses locais para levar (deixar) carregos de rituais que foram efetuados nos templos religiosos, com a intenção de retirar forças energéticas negativas e se é retirado de alguém (pessoa) ou de algum lugar,  automaticamente deve ser colocado em outro ponto, pois nada fica sem lugar ou perdido no universo.

Elaborei esse texto, pois sabemos que muitos irmãos de nossas religiões (Umbanda/Candomblé), acreditam que nos cemitérios, através de rituais (trabalhos) e oferendas, possam se fortalecer e encontrar soluções para seus problemas, nesses campos energéticos, que para o nosso conceito religioso é negativo!!

Em minha opinião, sinceramente, não acredito que possamos nos fortalecer espiritualmente ou trazer questões positivas desses lugares. Creio que é justamente o contrário! Ao invés de nos fortalecer energeticamente, como seria na natureza viva, podemos com certeza, sair com mais problemas de que quando chegamos!

Gostaria que os irmãos compartilhassem do texto, com seus pensamentos e crenças sobre o tema abordado.... Obrigado!

Abraços a todos...       

 

 “Deixo claro que, esse texto se refere ao culto religioso que sigo e creio, com isso, não estou dizendo que minha crença é a correta ou a verdadeira, apenas colocando o que acredito e pratico”..... Grato

 

TATA KIRETUà

Comentários

Data
De
Assunto

Concordo !

Ótima explicação, concordo em tudo !

Data
De
Assunto

COMENTARIO

TATA KIRETAUÃ....O SENHOR ESTA CORRETISSIMO NO QUE FALA E NOS ORIENTA....OBRIGADO POR SUAS EXPLANAÇÕES SOBRE A NDANJI (RAIZ) DE ANGOLA.....SOU UM HUMILDE SEGUIDOR DESTA NAÇÃO.....OBRIGADO PELOS SEUS ENSINAMENTOS E GOSTARIA DE TER A OPORTUNIDADE DE UM DIA CONHECE-LO PESSOALMENTE.....E SE POSSIVEL CONHECER MAIS PALAVRAS DA LINGUA KIMBUNDO DENTRO DO SANTO.......OBRIGADO

Pesquisar no site

© 2010 Todos os direitos reservados.